sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

(Ruiva) Jessica Rabbit - Why don't you do right

Ruivas são muiiito sensuais ;)

10 comentários:

  1. Filipe meu filho, que legal, quando eu era pequena eu simplesmente AMAVA a Jessica! Nossa você trouxe minha infância de novo. Só uma pergunta, o PERNALONGA, gostava dela não é?????? Responde aí! Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi laísa,
    confesso que nunca assisti os filmes com ela, mas eu sei q a Jessica, no final de contas, gostava mesmo era do diacho de um coelho, mas não era o Pernalonga não...era o sortudo do Roger Rabbit rsrs
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Ah! Eu sabia que ela gostava de algum coelho, só não sabia qual era!KKKKKKKKKK Enfim, eu adoro ela. Mudando de assunto (não tanto assim), eu estava pesquisando algumas coisas sobre ruivos por curiosidade mesmo, e eu encontrei uma crendice meio assim: Na Itália, uma pessoa ruiva passa por algum grupo de amigos, ou passa normalmente por alguém, é considerado este fato (normal, diga-se de passagem) pior que ver uma gato preto. Não sei se é verdade, mas, você consegue achar algo parecido????? Veleu.

    ResponderExcluir
  4. No blog tem alguns posts sobre isso, crendices populares sobre os ruivos...só dar uma olhada que vc encontra.
    mas o próximo talvez eu poste um só de curiosidades sobre os ruivos, ok?
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Beleza! É que sabe como é néh?! Tem alguns sites que fazem questão de mostrar algumas coisas errÔneas sobre os ruivos, enfim, estou curiosa para saber do próximo post! Beijos até!

    ResponderExcluir
  6. Filipe! Eu achei uma prosa em tom de poesia que seria uma homenagem as ruivas, é muito bonito o texto, e eu o achei por uma eventualidade (eu sei estou ficando chata) , achei muito interessante, o autor não assinou , portanto não sei de quem é, adoraria que ele lesse esse meu comentário e se apresentasse!
    Bom, eis o texto:
    Tinha uma ruiva no meio do caminho

    Querida (nome),

    ainda bem que a Idade Média já vai longe, pois naquele tempo as mulheres ruivas chegavam a ser acusadas de bruxaria e eram condenadas à fogueira, porque o cabelo vermelho seria um indício de práticas diabólicas.
    Ainda bem que a Inquisição não foi bem sucedida em seu intento de extingui-las pois, embora hoje se saiba que não há nada de diabólico nas graciosas figuras de cabelos avermelhados, ao saber-te ruiva senti a "minha tez tomar um tom fouveiro, indício da ebulição do sangue a ferver-me em bolhas no coração." Desculpe, não resisti e parafraseei o romântico José Alencar, pois só os imortais são capazes de descrever com precisão o que se passa no corpo de um homem encantado pela doce visão dos teus rubros cabelos.
    Ao pensar em você, sinto-me como se fosse um antigo Celta, respeitosa e absolutamente apaixonado por uma das druidesas da aldeia. Você sabe, é claro, que estas sacerdotisas eram mulheres ruivas, sagradas às deusas guerreiras por simbolizarem o "sangue vital", "menstrual". Além disso, conheciam o poder das palavras, pedras e ervas; elas faziam encantamentos, feitiços e profecias e, assim, tinham o status de semi-divindades.
    Mas, vamos deixar de lado os mistérios da história que me remetem aos seus cabelos. Sejamos mais poéticos - ou botânicos!!! - porque, na verdade, a expressão "ruiva" vem de uma singela plantinha mediterrânea chamada "Rubia", "rubia tinctorum", que tem as folhinhas em forma de lança e produz flores bem delicadas e pequeninas.
    Serão as lanças impressas nas folhas ou será o vermelho o que te faz tão especial? O vermelho do fogo, do risco, do perigo e das associações com o mistério; ou a lança que sugere um comportamento decidido, forte, guerreiro? Responda-me, querida: o que te faz tão encantadoramente doce e misteriosa? Será que o teu coração é tão caloroso quanto as lendas que envolvem a cor dos seus cabelos?
    Eu, sinceramente, não sei... Só sei que tem uma ruiva no meio do caminho. No meio do meu caminho tem uma ruiva. Acho que as minhas retinas fatigadas jamais se esquecerão deste fato, por toda a minha vida. No meio do caminho tem uma ruiva. Tem uma ruiva no meio do caminho... E penso que esta ruiva é a minha pedra druida da sorte!!

    Beijo carinhoso e caloroso do,
    (assinatura)
    Como pode ver não assinou!Este é o link de onde achei:
    http://1001cartasdeamor.terra.com.br/cartas.asp?id_carta=10888

    ResponderExcluir
  7. Nossa Laísa, muito legal! adorei
    pode ter certeza que vou postar isso qq dia desses.
    Fui atrás da autoria, mas não encontrei tb, parece um texto que foi transformado em carta.

    Se achar mais alguma coisa interessante sobre os ruivos(as) será muito bem-vindo :)
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Estou vom uma dúvida. Quando eu era criança, meu cabelo parecia mais escuro, e agora está castanho claro. No sol meu cabelo tem alguns fios ruivos. Tenho pele clara e olhos âmbar (aquele alaranjado) e queria saver se esses fios podem indicar se eu tenho o gene do rutilismo. Obs.: Tenho treze anos e sim, tenho algumas pintas no nariz. Agradeço sua resposta desde já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O meu caso e o mesmo do seu rsrs, tbm sempre tive essa dúvida...

      Excluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir