sábado, 6 de março de 2010

Ruivas fazem mais sexo!

É verdade que loiras se divertem mais? Bem, isso depende do ponto de vista, pois Ruivas fazem mais sexo do que mulheres com qualquer outra cor de cabelo, de acordo com novas pesquisas na Alemanha.
O Professor Dr. Werner Habermehl, sexólogo de Hamburg, documentou a vida sexual de centenas de mulheres alemãs e comparou-as conforme a cor do cabelo.
Segundo Habermehl, a vida sexual das mulheres ruivas não só é mais ativa em comparação as demais, como também as ruivas possuem mais parceiros e têm relações sexuais com mais freqüência do que a média.
"A pesquisa mostra que o termo “ruiva ardente” certamente faz jus à sua reputação", disse Habermehl ao Daily Mail.
Ele também disse ao jornal que as mulheres que pintaram os seus cabelos vermelhos com outras cores estavam sinalizando que estavam procurando um parceiro. "Quando notavam que estavam infelizes, mesmo as mulheres em um relacionamento estável, deixavam os seus parceiros, mudando a cor dos cabelos. Elas estão dizendo que eles estão procurando por algo melhor", disse Habermehl.
A psicóloga Christine Baumanns não culpa a mulher ruiva por ter um vida sexual mais ativa. Ela acha que isso pode ocorrer pela maneira que os cabelos ruivos são vistos. "Vermelho significa paixão, e quando um homem vê uma ruiva, ele vai pensar que ele está lidando com uma mulher que não vai “enrolar”, e vai direto ao ponto, quando se trata de sexo", disse ela.

quinta-feira, 4 de março de 2010

quarta-feira, 3 de março de 2010

Sensibilidade e o câncer de pele (Escócia)

Um professor da Universidade de Edimburgo pediu a voluntários ruivos o ajudassem na sua investigação sobre o porquê de tantos escoceses possuírem cabelos ruivos, uma vez que 10% dos escoceses e irlandeses possuírem essa cor de cabelo tão rara no restante do mundo. Acredita-se, ainda, que até 35% da população destes dois países carreguem o gene recessivo ruivo.
Uma das origens pode estar no fato de que, antes de melhorias na alimentação dos povos, muitas pessoas desenvolveram raquitismo porque eles não estavam recebendo vitamina D suficiente, tanto em sua alimentação como através da exposição ao sol.
Assim, acredita-se que, com a pele muito clara, ruivos necessitam de muito menos sol para que obtenham as vitaminas necessárias para se livrar do raquitismo e outras condições adversas. Eles floresceram num refrigerador, em climas menos ensolarados.
A investigação está sendo conduzida pelo professor de dermatologia Jonathan Rees, que busca estudar a sensibilidade da pele, a exposição solar e o câncer de pele. Ele disse que pode haver algumas razões principais para a elevada proporção de ruivos na Escócia: "Uma é que houve uma seleção para o cabelo vermelho, pessoas com a pele pálida que foram selecionadas no norte da Europa”.
A razão para a seleção pode ser que as pessoas com pele clara são mais capazes de produzir a vitamina D em seu próprio corpo. A vitamina D é sintetizada na pele e, no passado, havia deficiências generalizadas de vitamina D, justamente pela falta do sol e por seus padrões de pele não serem capazes de produzir vitamina D suficiente em condições adversas.
"As pessoas que carregam o gene não necessariamente têm o cabelo vermelho, mas nós sabemos que eles também são sensíveis ao sol. Queremos saber em que grau as pessoas são sensíveis e colocá-lo em uma escala numérica real."

Segundo dados oficiais:
* 125 escoceses são diagnosticadas com câncer de pele a cada semana
* 199 pessoas morreram de câncer de pele na Escócia, em 1998. Em 1997, 182 pessoas morreram
* Em 1997, houve 6.739 casos de câncer de pele na Escócia, contra 6.632 em 1996.

segunda-feira, 1 de março de 2010

Olímpiadas de Vancouver 2010 - Ruivo vence fácil no snowboard

O ruivo americano Shaun White confirmou o favoritismo na prova de snowboard e faturou mais uma medalha de ouro para os Estados Unidos. Conhecido como "The Flying Tomato" (O Tomate Voador, em inglês, por conta de seus cabelos avermelhados) e também como "Animal", da famosa banda dos Muppets nos desenhos animados, White não deu chance aos adversários nos Jogos Olímpicos de Inverno de Vancouver 2010.
Com mais esse ouro na carreira, White agora é bicampeão olímpico de snowboard. Antes de subir ao lugar mais alto do pódio na cidade canadense, o americano foi o primeiro nos Jogos de Turim 2006, quando tinha apenas 19 anos.
As manobras no snowboard são avaliadas por cinco juízes, que dão notas de 0 a 10, ou seja, o competidor pode alcançar no máximo 50 pontos. Shaun White, em sua primeira tentativa, somou 46.8, faturando o ouro antes mesmo de fazer seu segundo salto. Mas o show mesmo veio no segundo salto, quando beirou à perfeição e alcançou os 48.5 pontos.

domingo, 28 de fevereiro de 2010

Livro - The Hair of Zoe Fleefenbacher Goes to School

Autor: Laurie Halse Anderson
Ilustrador: Ard Hoyt
Idade recomendada: 4-8 anos
Sinopse: Mamãe e papai Fleefenbacher pensam ser os cabelos de sua filha Zoe selvagens e lindos. Já para a sua professora do jardim de infância as suas vivazes tranças eram um conforto. Mas Zoe está prestes a iniciar a primeira série e sua nova professora não brinca… “A escola tem regras”, diz. “sem cabelos selvagens na minha sala de aula!”. O que então Zoe pode fazer com os seus libertinos fios de cabelos?
Com exuberância e humor de sobra, o autor e o ilustrador, bestselling no The New York Times, Laurie Halse Anderson e Ard Hoyt, escrevem uma maravilhosa história de uma “cabeleira maluca”, que bagunça a sala de aula, retratando a importância de professores e alunos aprenderem a trabalhar juntos.