sexta-feira, 15 de julho de 2011

Germano Pereira confessa que já sofreu bullying por ser ruivo

Germano Pereira, que fez sucesso na pele do italiano Adamo, em Passione, na Globo, disse para “O Fuxico”  que quando era criança sofreu bullying nas mãos dos colegas que adoravam colocar apelidos nele por causa de suas sardas no rosto e por seu cabelo genuinamente ruivo.
“Talvez eu tenha tido um abalo psicológico, sim. Adolescência não é fácil para todo mundo e para mim não foi diferente. Eu era chamado de enferrujado, disso e daquilo. Sofri com isso! Com certeza!”, confessa.
Hoje, após ter passado o trauma, o ator é feliz por ser diferente e avisa aos ruivos que este é um privilégio para poucos.
“Vou falar diretamente para os ruivos: nós somos 3% da população mundial, então somos muito poucos. Ao mesmo tempo que sofri bullying, tem várias pessoas, hoje, que me encontram na rua e que vêm encostar em mim porque dizem que ruivos dão sorte. Já vivi coisas ruins e boas por ser diferente. Na verdade, você tem de ter discernimento para lidar com o fracasso e com a vitória na vida. Então é preciso ver o lado positivo das coisas. Se acontece alguma coisa ruim na sua vida, talvez exista uma parte boa porque você pode ir lá e batalhar para conseguir se superar.”
Germano até já pensou em se livrar de suas pintinhas, mas hoje se conscientizou que é uma característica pessoal.
“Quando vou para o sol tomo muito cuidado com minha pele porque aumentam as sardas, então sempre estou fazendo tratamento de pele. Na época da novela eu ficava encanado que eu queria tirar minhas sardas, diminuir (com peeling), dá para tirar, mas não vou fazer isso porque é minha identidade”, completa.

2 comentários:

  1. Ele é tão fofinho!

    ResponderExcluir
  2. Gente, eu não sabia qu gente ruiva sofria preconceito :O Eu acho tão lindo, eu mesma queria ter nascido ruiva. Como os vikings ou aquelas pessoas que a gente vê em desenhos/filmes medievais :D

    ResponderExcluir