terça-feira, 23 de agosto de 2011

As ruivas do cinema ;)

Susan Hayward (1917-75) – Há a lenda de que toda ruiva tem um temperamento difícil e briguento. Susan tinha um drive e uma obsessão de virar estrela que nada podia ficar em seu caminho. Só sossegou quando ganhou finalmente o Oscar (Quero viver, 58, onde dá show, depois de quatro outras tentativas). Provou sua garra e coragem ao lutar depois contra um câncer no cérebro. Seu estilo pessoal de interpretar está, porém, fora de moda.

Ann Sheridan (1915-67) - Foi chamada de a Oomph Girl (intraduzível é uma onomatopéia) e foi grande estrela na Warner, parceira de Flynn e Bogart. Talentosa e boa gente, a atriz morreu cedo de câncer e ficou esquecida.
Rhonda Fleming (1923- ) - Descoberta pelo produtor David O Selznick para Quando Fala o Coração, operou o nariz e virou estrela ainda que desperdiçada em filmes exóticos de capa espada ou aventura. Chegou a rodar inclusive um filme no Brasil, no Paraná, com Rossano Brazzi, chamado Pão de Açúcar (que parece estar perdido). Canta bem e hoje é viúva do produtor Ted Mann, mas já se casou de novo, agora pela sexta vez. Continua bela.

Maureen O'Hara (1920- ) - Outra que ainda está viva e lançou não faz muito uma autobiografia. Irlandesa de nascimento, a atriz tem uma carreira gloriosa. Começou no famoso Abbey Theatre, foi descoberta por Alfred Hitchcock, contratada por Charles Laughton e veio com ele  para os EUA. Faria filmes de ação e capa espada (os mais famosos do gênero inclusive com Flynn e Tyrone Power), mas se tornaria imortal ao virar a estrela favorita de John Wayne e o diretor John Ford.
Arlene Dahl (1928- ) - Tão bonita, dedicou sua vida a se preservar e assinar colunas de beleza. Mãe do ator Lorenzo Lamas, de origem norueguesa, foi contratada pela Warner, depois para os musicais da MGM (Três Palavrinhas), finalmente como mulher fatal na Fox (O Mundo é das Mulheres) e RKO. Casada seis vezes.

Katharine Hepburn (1907-2003) - Era ruiva e sardenta e se tornou uma das maiores lendas do cinema. E não é preciso dize mais nada.

Greer Garson (1904-96) - Chegou a ser a estrela número da Metro, quando o chefe do estúdio a descobriu na Inglaterra já balzaquiana, mas a lançou como estrela em Adeus, Mr Chips (39). Logo veio o Oscar por A Rosa da Esperança (Mrs Miniver), parceria com Walter Pidgeon e uma incrível e superestimada carreira de sete indicações ao Oscar. Morreu rica e patrona das artes em Dallas.
Deborah Kerr (1921- 2007) - Irlandesa incrivelmente talentosa, foi chamada para Hollywood para ser rival de Greer Garson, mas acabou suplantando-a. Lembrada por Tarde Demais para Esquecer por causa de Sintonia de Amor, ganhou um Oscar especial em 94, depois de ter sido indicada seis vezes (por Peregrinos da Esperança, Vidas Separadas, O Céu é Testemunha, O Rei e Eu, A Um Passo da Eternidade e Meu Filho).
Jeanette MacDonald (1903-65) - A mais famosa cantora lírica do cinema, que formou inesquecível dupla com Nelson Eddy nos anos 30 (e antes outra com Maurice Chevalier). Ruiva natural, ela era também talentosa comediante.
Lucille Ball (1911-89) - A mais famosa ruiva da América, graças ao sucesso imenso e perene da série de TV I Love Lucy, que a consagrou como a mulher mais engraçada da televisão, um título que ainda não perdeu. Prima de Ginger Rogers, foi corista na Broadway e na RKO, estrela na Metro e Columbia, mas só ficou realmente a vontade ao lado do marido band leader Desi Arnaz na famosa comédia. Quem nunca viu, não pode perder. Lucy é o máximo.
Nicole Kidman (1967- ) - Nasceu em Honolulu, mas foi na Austrália que começou como atriz juvenil. Mais tarde foi chamada para Hollywood por Tom Cruise, com quem se casou. Graças a isso, tornou-se estrela e vencedora do Oscar. Com frequência aparece loira, mas a prefiro com sua cor natural. O botox a tem prejudicado ultimamente.
Julianne Moore (1960- ) - Completa 50 anos em dezembro, mas está com ótima aparência e sem deformações. Hoje é uma das mais queridas e admiradas atrizes do cinema, graças a suas interpretações corajosas em filmes independentes, inclusive um que estreou esta semana The Kids are Alright, onde faz lésbica ao lado de Annette Bening.

Bryce Dallas Howard (1981-) - Filha do ator e diretor Ron Howard, a atriz tem uma participação marcante no atual Eclipse, da Saga Crepúsculo, como a bela Victoria. Mas apesar de tudo, ainda não virou estrela, talvez por causa do que Shyamalan fez com ela (A Dama na Água, A Vila). Mas fez muita coisa importante: Homem Aranha 3 e Exterminador do Futuro: A Salvação.
Amy Adams (1974- ) - Depois de Encantada, não havia mais dúvida de que ela seria uma das mais encantadoras estrelas do cinema atual. A atriz já teve duas indicações ao Oscar (Dúvida e Junebug) e continua com papéis centrais (Julie & Julia, um projeto sobre Janis Joplin), mas interrompeu a carreira para ter um filho do noivo Darren Le Gallo.


Cynthia Nixon (1966- ) - Veterana do palco, ficou finalmente famosa por causa da série os dois filmes de Sex and the City. Assumiu uma relação lésbica numa boa, sem consequência para sua carreira.

Outras: Tina Louise (A Ilha dos Birutas), Agnes Moorehead (A Feiticeira), Kate Walsh (Grey´s Anatomy), Márcia Cross (Desperate Housewives), Marg Helgenberger (CSI), Molly Ringwald (musa de John Hughes), Rita Hayworth (originalmente morena, pintou de castanho avermelhado o que virou sua marca), Eleanor Parker (loira com frequência apareceu ruiva como em Scaramouche), Sissy Spacek (Oscar por O Destino Mudou Minha Vida), Tilda Swinton (musa inglesa), Gwen Verdon (estrela da Broadway e mulher de Bob Fosse), Rachelle Lefevre (a primeira Victoria de Crepúsculo), Christina Hendricks (Mad Men), Alyson Hennigan (How I Met Your Mother), Dame Maggie Smith (que recebeu  dois Oscars), Jayma Mays (a professora de Glee), Ann-Margret (Viva Las Vegas), Gillian Anderson (X Files), Isla Fisher (The Office), Cate Blanchett (ao menos em Elizabeth), Franka Potente (em Corra, Lola Corra), Mila Jovovich (em O Quinto Elemento), Janet Gaynor (o primeiro Oscar foi para ela), Moira Shearer (famosa bailarina, Os Sapatinhos Vermelhos), Ginger Rogers (dizem que era ruiva natural), Nancy Carroll (estrela nos anos 30), Clara Bow (a it girl, super star nos anos 20), Jill St. John (estrela dos anos 60, mulher de Robert Wagner), Piper Laurie (estrela dos anos 50-60), Lauren Holly (NCSI), Frances Fisher (como a mãe de Kate Winslet em Titanic), Lauren Ambrose (Six Feet Under), Debra Messing (Will & Grace).

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. vc se esqueceu da ruiva LINDA Natalya Rudakova do filme "Carga explosiva 3" ,da Alicia Witt, da Katherine Izabelle do filme "Ginger snaps" (nome óbvio...)da Layla Zaid (Malhação)da Kate Winslet ruiva (e muito + linda) em Titanic, da lindíssima Marina Rui Barbosa e seus cabelos +lindos da TV, da Laura Prepon do seriado "the seventies'show", Emma Stone,Lindsay Lohan em "Mean Girls" (que hj já é filme "cult" adolescente e gay (pasmem!), Jamie Luner como "Peyton" do seriado dos anos 90 "Savannah", Lolita Davidovich do filme com Richard Gere "Intersection", Angie Everhart de "uma noite mais que louca"," o último grande herói", Bordel de sangue-1996 "(como uma vampira ruiva - foi a primeira vez que vi fissurada nessa cor de cabelo ruivo...),a cantora e atriz Alexz Johnson do seriado "instant star" que embora seja loira natural fica muito melhor ruiva, Jenna Fisher do seriado "the office" e outras que quando eu lembrar eu posto aqui!
    P.S.:a vampira ruiva de "Van Helsing" Josie Maran.

    ResponderExcluir
  3. Deborah Kerr era escocesa, não irlandesa. E, que eu saiba, quem era prima (ainda que por segundo casamento de um tio) da Ginger Rogers era a Rita Hayworth, imperdoavelmente esquecida aqui.

    ResponderExcluir
  4. Faltou a Ellen Pompeo do Grey's anatomy.

    ResponderExcluir