segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Desabafo de um ruivo

Dizem que somos uma mutação genética surgida na África há 50 mil anos atrás e, que migramos (imediatamente?) para o norte da Europa (como vim parar aqui?). No século XVI acreditava-se que a gordura de um dos nossos era essencial para a elaboração de poções. A Igreja Católica ou os artistas contratados por ela (o que importa?), representava a igualitária Eva e o criminoso Caim, como um de nós. A cultura germânica nos considera bruxos, e os egípcios achavam que dávamos azar e queimavam as mulheres do nosso grupo. Abelhas preferem nos ferroar do que picar as outras pessoas. Na Córsega, cospe-se no chão e vira-se para o outro lado ao passar por uma mulher do nosso grupo. Já na mitologia grega, nós nos transformamos em vampiros depois de mortos.
Aqui no Brasil, chamam de rutilismo este fenômeno que nos cobre (literal e integralmente). Somos menos de 4% em todo o mundo. A maioria está na Escócia (13%), mas na Irlanda somos 10%. E no Brasil? Talvez menos de 1% e, acredite, sofremos muito com isso. Se você ainda não percebeu, estou falando dos ruivos. Mas há pontos de vista contrários a esse turbilhão preconceituoso. Alguns de vocês, morenas e morenos, são atraídos para a cor vermelha, como um touro espanhol é atraído fixa e implacavelmente.
A atriz Lucille Ball profetizou (ou praguejou?): “Uma vez em sua vida, cada homem tem direito a ficar loucamente apaixonado por uma ruiva linda.” É claro que as mulheres em geral também têm esse direito com ruivos. Foi comprovado cientificamente que a cor vermelha melhora o metabolismo e aumenta a freqüência cardíaca e respiratória de quem a olha. Paralelo à ciência, fala-se que estar com um(a) ruivo(a) fisicamente, multiplica-se as características citadas anteriormente. Pergunte a quem já experimentou. Os romanos vendiam os escravos ruivos e peludos por um preço bem acima da média do mercado (espertos os caras). Para onde e para quem vendiam os ursões dourados?

[Nelson Corrêa - Pô, meu! (http://pomeu.com/)]

7 comentários:

  1. Isso tudo é verdade. Não sou ruiva mas desde pequena amo e sou fanática pelos ruivos. Sou seduzida por eles pois como já diz a cor de seus cabelos, são como um metal precioso para mim. Acredite. Já parei muita pessoas ruivas para perguntar se era original e dar um abraço nelas por isso. Tenho até um pouquinho de inveja, pois queria ser ruiva e sou morena. Mas eu amo tanto ruivos. Amo o Rupert Grint! rsrsrs Meu namorado é ruivisso e digo toda vez que vejo ele: 'um dia eu devoro esse seu cabelo."
    Apesar da minha loucura tambem estou ciente do preconceito que os ruivos sofrem. Quando tinha quinze anos dizia às minhas amigas que queria um ruivo pra mim e elas me olhavam horrorizadas dizendo;"um ruivo... credo". Sempre briguei com elas por causa disso.
    O importante é que voc~es ruivos nunca se extiguam!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PRECISOOOO DE CABELOSSS DE FOGOO!!!!5 de maio de 2013 14:21

      verdade!!!!!!!!!!!
      eu amooooooo ruivos tbm!!
      são muitos lindos e perfeitossss!!!
      eu conto os ruivos do meu colégio-13 :/ eu fico paralizaada quando eu vejo um e eu amooooooooooooooooooooo muito !!!!!!!!!!!!!!#precisoirpraESCÓCIA!!!

      Excluir
    2. Pior que tudo que voce falou é Verdade. Ruivos Sao muito lindos, e espero um dia ter um namorado ruivo

      Excluir
  2. Eu me identifiquei com o que diz o texto. Sempre que vejo alguém ruivo(a) passando na rua, me sinto atraído pela cor de fogo de seus cabelos, kkkk!!! Essa cor é tão gostosa de se ver... Parece que até faz em olhar para ela! Funciona como uma terapia pra mim...
    Kkkk... Uma vez eu tava no supermercado e avistei um rapaz ruivo na fila do pão. Eu fiquei olhando para ele e ele percebeu e ficou me encarando, rsrsrs! acho que ele pensou que eu fosse gay...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PRECISOOOO DE CABELOSSS DE FOGOO!!!!5 de maio de 2013 14:22

      kkkkrsrsrs

      Excluir
  3. Olá Filipe,
    Navegando pela web esbarrei no seu blog e nesse texto que você republicou. Obrigado! :-)
    Abraços e sucesso,
    Nelson Corrêa

    ResponderExcluir
  4. Você realmente vem fazendo um ótimo trabalho Felipe adoro acompanhar o blog porque odiava meus cabelos e foi aqui que eu aprendi a amar ser como eu sou ruivo de paixão agora! hehe

    ResponderExcluir